+55 84 3207 1069
Siga-nos
  • Português

Blog de Automação Industrial da Logique

  • Início
  • Blog
  • Entenda porque o HAZOP é importante nas indústrias

Entenda porque o HAZOP é importante nas indústrias


Você já ouviu falar em HAZOP? ou até mesmo sabe a importância dessa metodologia nas indústrias?

Afinal, todo processo está sujeito a riscos, que são capazes de comprometer o rendimento das produções.

A operabilidade e a segurança do trabalho de um lugar são essenciais para garantir que os processos sejam regulares e com a menor taxa de riscos possível.

O HAZOP é uma das metodologias que ajudam a garantir esse feito.

Ela tem o intuito de tornar os processos mais confiáveis e seguros.

Pensando nisso, criamos esse conteúdo sobre essa metodologia tão importante e que tanto pode ajudar a otimizar os processos de sua indústria.


O que é HAZOP?

Traduzindo a sigla para o português, HAZOP significa estudo de perigos e operabilidade.

É uma metodologia qualitativa usada para identificar riscos ligados aos processos produtivos. Estes riscos podem afetar pessoas, equipamentos e ambiente.

O HAZOP investiga detalhadamente as partes de um processo, identificando as possíveis variações do padrão idealizado e procurando detectar problemas que possam atrapalhar a qualidade e os resultados do processo.

Geralmente é aplicado no planejamento do projeto, fazendo com que os custos para alterações sejam otimizados.

Essa metodologia possui dois pontos de foco:

  • Riscos: que dizem respeito a segurança dos colaboradores, dos maquinários e do meio ambiente.
  • Problemas de operabilidade que comprometem a produção, podendo acometer sua qualidade e eficiência.

Como funciona o HAZOP?

Para a realização do HAZOP é necessário ter uma equipe multidisciplinar para avaliar o processo por diferentes ângulos e pontos de vista.

Além disso é ideal que se tenha um mapa do processo em fluxograma.

Primeiramente, para aplicação do HAZOP é preciso selecionar um nó do processo.

Esse nó é um seguimento de um processo mapeado anteriormente através de fluxogramas.

Posteriormente a equipe deve selecionar as variáveis físicas do processo, que por sua vez são analisadas e anotadas em uma planilha com palavras-guia.

As palavras-guia orientam se o indicador está de acordo com o padrão projetado.

E as combinações entres essas palavras-guia e variáveis físicas são correspondentes aos desvios que podem acontecer nas variáveis ao logo da produção.

Com essas combinações, os colaboradores designados analisam cada nó para determinar alguns itens como:

  • As causas: São os motivos pelos quais o desvio acontece;
  • Consequências: Mostram os efeitos trazidos pelo desvio em questão;
  • Providências: São as ações que precisam ser tomadas para que o desvio não ocorra e o processo possa seguir como planejado, gerando os resultados esperados;
  • Detecção: compete ao modo pelo qual o erro pode ser detectado, como um alarme industrial.

Outros pontos, como “observações” e “responsável” podem ser acrescidos, desde que ajudem na aplicação do método e organização dos dados obtidos.

Porque o HAZOP é importante em uma indústria?

Analisar riscos dos processos de produção é muito importante para o perfeito funcionamento dele.

Contudo o HAZOP é primordial para a indústria, pois ele permite identificar previamente os cenários com maior chance de falhas.

Tornando possível estar um passo a frente para correções, evitando problemas indesejados.

Isso influencia de forma direta na qualidade do produto.

Porque as variáveis observadas nos desvios podem afetar nos padrões estabelecidos para os produtos.

Além disso, o HAZOP possibilita a maior eficácia da planta, devido a redução de falhas e riscos.

Fazendo com que a confiança e a segurança do processo seja maior, garantindo seu controle do começo ao fim.

Dessa forma, podemos destacar que essa metodologia reduz custos da indústria.

Assim, a indústria aperfeiçoa os processos e evita que ocorram danos à segurança e operabilidade se manifestem.

Além de Evitar acidentes e propagação de erros devido aos desvios.

O que por sua vez evita gastos com correções, que são bem mais altos que os custos com prevenção.

Exemplo de aplicação

Agora vamos imaginar uma indústria que utiliza um vaso de pressão.

E decidiram aplicar o HAZOP para saber as possíveis falhas da operação nesse vaso.

Dessa forma decidiram o primeiro nó (o vaso de pressão). E depois escolheram a palavra guia “mais” e a variável física “pressão”, resultando no desvio “mais pressão” a ser analisado.

Uma das causas levantadas foi: alimentação excessiva na fornalha.

Já para detecção foram usando manômetros.

Foram vistos como consequência: riscos de acidentes e danos do equipamento.

E uma das providências elencadas foi realização da capacitação do operador.

Logo abaixo tem uma imagem mostrando como foi feita essa análise HAZOP.

E aí, pronto para adotar essa metodologia?

Em síntese o HAZOP é apenas uma das metodologias que podem melhorar e garantir a segurança da sua produção industrial.

Com ele, você sempre estará um passo à frente de possíveis eventualidades indesejáveis.

E isso vai te dar mais domínio e certezas acerca do que está acontecendo na sua planta.

É importante que você tenha em mente que melhor que gastar para resolver um problema é arcar com os custos para preveni-lo.

Além de te poupar grandes dores de cabeça, irá te fazer economizar bastante.

Sem falar que a produção será mais linear e otimizada.

Ficou com alguma dúvida sobre o HAZOP?

Entra em contato com a gente pelo e-mail brenda.arruda@logiquesistemas.com.br que ficaremos felizes em conversar mais sobre o assunto.



Postado por Brenda Arruda

Um pouco sobre o autor (a): Graduanda de Engenharia Química e apaixonada pela escrita desde cedo, se aventurando no mundo da tecnologia.


Postagens relacionadas


Receba o nosso feed

Fique por dentro das novidades

Prometemos não enviar spam.
© 2016. «Logique Sistemas». Todos os direitos reservados