+55 84 3207 1069
Siga-nos
  • Português

Blog de Automação Industrial da Logique

  • Início
  • Blog
  • Digitalização: nova era para indústria de óleo e gás

Digitalização: nova era para indústria de óleo e gás

Veja como a digitalização está revolucionando o cenário da indústria de óleo e gás e como sua empresa pode se preparar e se beneficiar com isso.

No cenário atual torna-se difícil imaginar uma indústria sem associar a digitalização como arma para sobrevivência.

A demanda por tecnologias digitais é presente nas empresas do ramo de óleo e gás desde a década de 80. Através delas foi possível a otimização de processos e, consequentemente, o aumento de eficiência.

Porém, apesar de implantadas, as tecnologias digitais nem sempre foram utilizadas em sua total capacidade. De todos os dados processados através da digitalização, apenas uma pequena parte deles é utilizado na tomada de decisão.

Nos últimos anos, a digitalização vem ganhando cada vez mais espaço nas discussões. Desse modo, tem sua perspectiva alterada por parte dos gestores, apresentando novas tendências.

É então apontada uma nova era para o setor de óleo e gás. Continue lendo e entenda mais sobre o assunto.

 

A presença da digitalização nas indústrias

Ao discutir temas ligados à digitalização, é de senso comum imaginar grandes soluções voltadas à automação fabril. Exemplos a serem citados seriam máquinas inteligentes e sistemas capazes de processar uma enorme quantidade de dados.

Porém, a digitalização vai além e engloba também soluções menos complexas e amplamente aplicadas por empresas de diversos portes.

Em Junho deste ano, a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) revelou dados importantes sobre digitalização nas indústrias brasileiras.

Entre 2016 e 2018, o percentual de empresas que utilizam pelo menos uma das tecnologias digitais citadas na pesquisa saltou de 63% para 73%.

Além disso, 48% das empresas pesquisadas pretende realizar investimentos nesta área ainda em 2018.

Outro ponto importante citado pela pesquisa é o foco das empresas brasileiras. Em 2016, este limitava-se a aumentar a produtividades através da otimização do processo produtivo.

Já no ano de 2018, as indústrias incorporam outras aplicações de grande impacto, como desenvolvimento de novos produtos e modelos de negócio. Pontos esses que já são trabalhados amplamente no cenário global.

Os números proporcionam então um cenário industrial mais otimista. Uma pesquisa realizada pela PricewaterhouseCoopers aponta que investimentos em tecnologias digitais permite um aumento médio de 20% na eficiência.

Outro estudo interessante foi feito pela consultoria Booz & Company para o World Economic Forum’s Global de 2013. Este apresenta que um aumento de 10% nos investimentos dos países em digitalização gera um aumento de 0,75% no PIB.

Através destes números podemos ver não somente a progressão dos investimentos em digitalização, mas também evidências da importância da mesma para a evolução das indústrias brasileiras.

 

Digitalização no setor de óleo e gás

O setor de derivados do petróleo era o terceiro no ranking dos que mais utilizam da digitalização para otimizar seus resultados, segundo pesquisa da CNI no ano de 2016.

De acordo com a McKinsey em seu artigo The Next Frontier for Digital Technologies in Oil and Gas, o principal benefício trazido pela tecnologias digitais é o aumento da eficiência operacional, como já citado.

Além disso, o texto elenca também as 3 principais áreas de aplicação das tecnologias digitais no setor. O resultado apresentado a seguir foi obtido no estudo de mais de 100 casos.

 

Operações do futuro

Auxílio na manutenção preditiva através da coleta de dados e análises avançadas. Esse ponto gera uma redução de 13% nos custos com manutenção. Além disso, promove o aumento da confiabilidade e agilidade no processo. Análises avançadas podem ser feitas também na área de energia e rendimento. Nos casos estudados, proporcionou aumento de 10% na eficiência energética.

 

Limites de reservatório

As empresas estudadas conseguiram aumentar o nível de análise dos reservatórios. Isso proporcionou uma redução de até 20% no capital de investimento, um aumento de até 40% em recuperação e de até 5% em receitas.

 

Marketing e Distribuição no meio digital

A implementação de tecnologias digitais no âmbito do marketing já é bastante difundido em outros ramos industriais. O mercado de óleo e gás, por sua vez, tem começado a investir nessa aplicação.

Compreendendo melhor o seus consumidores, otimizando precificação e gerenciando as cadeias de suprimentos, as receitas aumentaram em até 1,2%.

Já em análises geoespaciais, os custos foram reduzidos em até 10% e receitas foram elevadas a 3%. Isso graças à otimização de rotas e aumento da eficiência nas redes de fornecimento e distribuição.

Essas são apenas três de inúmeras aplicações que podem ser associadas à digitalização. Mais que reduzir custos, a transformação digital leva a indústria a um novo patamar organizacional, revolucionando modelos de negócio.

 

Recomendações

Depois dos resultados apresentados, fica claro a importância da digitalização para o setor, certo? Mas como aplicá-la de maneira efetiva? Como fazer dela uma realidade sentida no cotidiano da organização?

Aqui vão alguns insights para impulsionar práticas ligadas à digitalização:

  • Faça da transformação digital uma prioridade. Foque seus esforços, defina uma visão clara e aplique recursos de forma a torná-la cada vez mais presente;
  • Incorpore-a na cultura organizacional. Apesar das decisões ligadas serem tomadas comumente pelo topo da organização, a digitalização deve estar presente e ter sua importância reconhecida por todos os níveis;
  • Invista em capital humano. Tão importante quanto adquirir novas tecnologias, é ter um time capaz de aproveitá-las da melhor maneira. Pessoas capacitadas conseguem obter mais valor, bem como auxiliar toda a transformação digital;
  • Analise a arquitetura de dados da organização. O modelo atual colabora para um melhor gerenciamento e integração dos mesmos? Eles estão sendo utilizados para impulsionar seus resultados? Os dados são o foco da digitalização. Tratá-los de maneira benéfica é imprescindível;
  • Mantenha a mente aberta para a inovação. Todos os dias nos deparamos com novas ideias, mudando nossas atividades ou o método com o qual a desenvolvemos. Ser adaptável e colaborativo perante a inovação proporciona grandes oportunidades de crescimento e destaque diante do mercado.

 

Preparado para a nova era das indústria de óleo e gás?

Esperamos que a leitura possa ter esclarecido a aplicação da digitalização neste setor. E claro, como torná-la presente de forma mais efetiva no dia a dia de uma empresa.

Se assuntos acerca de tecnologia são interessantes para você, recomendo também a leitura de nossos artigos sobre Ciência de Dados. Ah, e compartilhe conteúdos com aquele seu amigo que possui o mesmo interesse.

Ficou alguma dúvida ou gostaria de discutir mais sobre esse tema? Pode entrar em contato comigo através do paula.andrade@logiquesistemas.com.br. Ficarei feliz em poder te ajudar!


Postado por Ana Paula Andrade

Um pouco sobre o autor (a): Graduanda em Engenharia de Produção que caiu por um acaso no mundo do marketing.


Postagens relacionadas


Receba o nosso feed

Fique por dentro das novidades

Prometemos não enviar spam.
© 2016. «Logique Sistemas». Todos os direitos reservados